Editora Gutenberg

1 2 3 7

Dicas de livros para presentear no Natal

Se sua amiga (ou amigo, não vamos nos prender a gêneros!) mantém um blog, escreve fanfics ou faz vídeos para a internet, nada mais justo que procurar um livro com uma personagem que faça o mesmo.

Em Fangirl conhecemos uma personagem que é superpopular na internet por causa de suas fanfics, mas na vida real é tudo meio turbulento. Em Confissões On-line, a Mariana vê sua vida mudar de cabeça para baixo quando um vídeo que posta no YouTube se transforma no viral. Sei que sou suspeita para falar, já que é meu livro, mas juro que é legal! Os livros De volta aos quinzeDe volta aos sonhos, da série Meu primeiro blog, conhecemos Anita, uma menina que consegue voltar no tempo ao ler posts no seu primeiro blog. Nada Dramática é a história da Camila, uma menina que está às voltas com o vestibular e não quer se envolver em dramas. O plus é que Camila tem um blog onde escreve contos sobre sua personagem, a Agente C. Continue reading

Apaixonada por histórias – Paula Pimenta

 

Mais um livro da Paula Pimenta pra gente suspirar! Dessa vez ela se aventura novamente pelo mundo das crônicas, gênero no qual começou a escrever. Apaixonada por histórias é seu segundo livro no estilo. O primeiro, Apaixonada por palavras, já foi resenhado aqui no blog.

Com mais de meio milhão de livros vendidos (uau, em pensar que comecei a ler os livros da Paula quando ela tinha acabado de bater o número de 1.000 exemplares!), Paula Pimenta é um dos maiores fenômenos recentes na nossa literatura. Nas suas crônicas podemos conhecer melhor seu jeito de ser e ver o mundo, já que os textos estão nas lentes da própria Paula, não das suas personagens. Continue reading

Da web para as páginas

Na última semana, a YouTuber Zoe Sugg, conhecida pelo codinome de Zoella, chamou atenção com seu romance de estreia. Girl Online foi lançado no Reino Unido quebrando recordes – e desbancando ninguém menos que a toda poderosa J.K. Rowling e seu adorado Harry Potter. Zoe agora é a estreante mais bem-sucedida em número de vendas na terra da rainha, recorde que antes pertencia à criadora do bruxinho que marcou uma geração. Seu livro, aliás, já tem previsão de lançamento no Brasil. A Editora Verus já adquiriu os direitos e pretende lançá-lo em 2015.

Respaldada por seu sucesso na web, Zoe conseguiu converter seu sucesso online em números de vendas. Mas ela não é a única. John Green, por exemplo, aproveitou o sucesso do seu canal no YouTube para emplacar a venda dos seus livros. Mas a diferença entre John e Zoe é que o primeiro já havia publicado antes de se aventurar com uma câmera na mão.

Cada vez mais editoras procuram na internet nomes que vão compor seu catálogo no futuro. O sucesso na web é quase garantia certa de sucesso nas livrarias. E não é só lá fora que isso acontece! No Brasil várias webcelebridades se aventuram no mundo da escrita. Vamos conferir algumas?

Isabela Freitas

Quando falamos em fenômeno de internet e livraria, talvez um dos primeiros nomes que venham à nossa cabeça seja o da Isabela Freitas. Ela mantém um blog com seu nome, onde dá conselhos amorosos e ensina a desapegar dos relacionamentos que fazem mal. Sua fama na internet começou anônima, através do perfil Blair Vadia no Twitter.

A mineira lançou Não se apega, não em junho deste ano e desde então vendeu mais de 180 mil exemplares! É um número incrível, que a deixa sempre na lista dos mais vendidos. A Intrínseca assinou contrato para mais livros e Não se apega, não terá uma continuação. Isabela define seu livro como autoajuda ficcional e diz que sua protagonista – que tem o mesmo nome – é seu alter ego. Continue reading

Faça amor, não faça jogo – Ique Carvalho

Eu tinha outros planos para hoje, mas o que seria da vida se eu não pudesse mudar os planos? Hoje de madrugada, quando lia a última página de Faça amor, não faça jogo, resolvi mudar e falar sobre o livro que fechei aos prantos e que no início nem esperava tanta coisa assim.

O livro é uma coletânea de textos do belorizontino Ique Carvalho, autor do blog The Love Code. São textos sobre amor, mas não só amor homem-mulher, mas especialmente amor filho-pai. Foi aí que o Ique me ganhou. Explico: apesar de suspirar com comédias românticas, sou meio desacreditada no amor em certos aspectos. Acho que a gente quebra tanto a cara, vê tanta coisa, que acaba chegando num relacionamento com o pé atrás, esperando a hora de tomar uma rasteira. Mas amor de família não. Amor de família me quebra todinha. Amor de família pode ser aquela coisa doida, mas é pra sempre. Continue reading

1 2 3 7
Quem somos

Iris e Olívia são profissionais da área de Comunicação e melhores amigas. Apaixonadas por cultura pop, resolveram se unir para reformular o Literalmente Falando.

 

Converse com elas no @irismfigueiredo e @oliviapilar.

Vídeos
 
Últimas resenhas
Assine

  Digite seu e-mail no campo abaixo para receber um aviso sempre que houver um novo post no blog!  

  Por FeedBurner

Arquivo
December 2014
S M T W T F S
« Nov    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  
Publicidade