Sobre mim

Meu nome é Iris, tenho 21 anos e sou autora dos livros Confissões on-line e Dividindo Mel. Sou estudante de Comunicação Social, trabalho com livros e adoro falar sobre música, literatura e comportamento.

Confissões on-line

Confissões on-line é meu segundo livro e será lançado em novembro de 2013. Saiba mais

Adicione no Skoob e Goodreads.

Agenda – 2014

Em 2014 farei eventos para lançar meu livro em várias cidades do Brasil. Os eventos abaixo já foram marcados, fique de olho para saber se sua cidade terá um evento.

22/03. Curitiba
Livrarias Curitiba - Shopping Palladium
Horário: 10h00 (Dez da manhã)

25/04. São Paulo
Saraiva - Paulista

10/05. Recife
Saraiva - Shopping Rio Mar

Quer um evento na sua cidade? Entre em contato com a @Generale_ED e peça evento na sua cidade!

Dividindo Mel

Dividindo Mel é meu primeiro livro e foi lançado em dezembro de 2011. Saiba mais.

Adicione no Skoob e Goodreads.

Instagram

Siga no instagram: @irisfigueiredo

Resenhas

Eleanor & Park – Rainbow Rowell

I want everyone to meet you. You’re my favorite person of all time.
(Eu quero que todos conheçam você. Você é minha pessoa favorita de todos os tempos.)

Enquanto Park quer que todos conheçam Eleanor, eu quero que todos conheçam esse livro. Sempre disse – e repito – que livros são sobre sentimentos; e se a quantidade de emoções que você sente enquanto lê um romance são fatores determinantes para a qualidade dele, com certeza esse é um dos melhores livros que já li. Essa história me proporcionou todos os sentimentos possíveis: desde sorrisos bobinhos, sonhos até lágrimas copiosas. Rainbow Rowell sabe como mexer com o seu coração – e ela não sente pena. Continue lendo

Como eu era antes de você – Jojo Moyes

Como eu era antes de você é uma leitura cativante. Se você tem interesse em lê-lo, prepare os lencinhos para essa leitura e venha ler minha resenha!

Louisa Clark está acomodada no café onde trabalha. Aos 26 anos, ela não tem muitas ambições na vida e não almeja muito além dos limites da cidade onde vive – ela ainda mora com os pais e namora há anos um triatleta que está mais interessado no próprio corpo que nela. A vida dela segue assim até que um dia o dono do café decide fechar o estabelecimento, então Lou tem que correr atrás de um novo emprego. Continue lendo

A coisa terrível que aconteceu com Barnaby Brockett – John Boyne

John Boyne é um dos meus autores favoritos e, como sempre, ler um livro dele é como tirar os pés do chão e me entregar completamente a história que ele cria. Com esse, não foi diferente. Mais uma vez, o autor de O menino do pijama listrado dá voz a uma criança para contar uma história encantadora – daquelas que te deixam com um sorriso bobo depois da última página.

Barnaby Brockett nasceu numa família normal – normal até demais. Seus pais eram tão chatos e quadradões que não aceitavam nada que ultrapassasse o que eles consideravam normal. Não queriam chamar a atenção de ninguém, fazer nenhuma atividade que os destacasse. Eles gostavam de ser mais um na multidão. Mas tudo mudou quando o pequeno Barnaby nasceu – no meio da sua família normalíssima, algo não estava normal com a criança. Ele flutuava! Barnaby não conseguia simplesmente fincar os pés no chão. Continue lendo

Legend – Marie Lu

Uma Prova é aplicada na República assim que você completa dez anos de idade – se você é aprovado, seu ensino está garantido até o final da universidade. Os com as melhores classificações vão para as instituições de ensino mais renomadas do país. Os medianos seguem os estudos. Os reprovados são mandados para os campos de trabalho, por não serem úteis à República.

Mas Day sabe que a realidade não é exatamente como a República conta. Aos dez anos, ele foi reprovado na Prova. E então levado para a morte. Mas Day escapou – e hoje é o criminoso mais procurado pela República. Só que ninguém sabe como é seu rosto ou por onde ele anda. A cada dia, uma foto diferente é divulgada pela República, que tenta acertar como é o criminoso que sempre lhes passa a perna. Ele é uma lenda.

Quando Metias, um dos Agentes da República, é morto, Day é o principal suspeito. June, irmã do Agente, passa de admiradora das façanhas de Day a considerá-lo como seu inimigo número 1, afinal, acredita que ele foi o assassino do seu irmão. June é um prodígio: foi a única a atingir a pontuação máxima na prova e, aos 15 anos, é designada pela República a substituir o irmão como agente. Sua primeira missão é capturar Day. Continue lendo

Peça-me o que quiser – Megan Maxwell

Terminei de ler Peça-me o que quiser e a primeira pergunta que me veio à cabeça foi “Como fazer uma resenha desse livro?”. Eu pensei seriamente em desistir, é muito difícil fazer uma resenha de um livro tão… intenso, mas já que prometi a dona Iris Figueiredo, aqui está uma resenha (ou quase!).

Eu só li um livro (totalmente) do gênero erótico na vida e foi o Toda Sua, da Silvia Day. Eu li em inglês e achei muito ruim. A história é confusa e muitas coisas acontecem sem propósito nenhum. Então, quando eu comecei a ler Peça-me o que quiser, não tinha exatamente algo muito bom para comparar.

A base da história é a mesma: a protagonista começa a ter um caso com seu chefe. No caso, Judith Flores é uma espanhola geniosa que não gosta de abaixar a cabeça para ninguém. O chefe é o sedutor Eric Zimmerman, alemão cabeça-dura. Os dois se conhecem em um pequeno incidente no elevador da empresa. A partir daí, o chefão todo poderoso não consegue esquecer a secretária.

“Esse homem só pensa em sexo? Tá,  admito, eu também.”

A primeira coisa que eu tenho a dizer para quem quiser ler esse livro é: esqueça qualquer preconceito com assuntos relacionados ao sexo. Se você quer aproveitar o livro de verdade, não deve ler com a pretensão de esperar algo além de muito sexo.  Mais do que a história de um casal, Peça-me o que quiser narra às aventuras sexuais deles. Então, basicamente, tem muito sexo, muito.

E o sexo é pesado. Eu sinceramente não indico para quem não se sente a vontade com esse tipo de literatura: você provavelmente vai odiar esse livro. Agora, para quem gosta, Peça-me o que quiser é recheado de situações legais. Mas aviso: algumas delas são bastante constrangedoras.

Muita gente anda criticando os livros eróticos mais pela escrita em si, do que pelo seu propósito. Eu, particularmente, não gosto da narrativa escolhida pela autora. Não me sinto a vontade lendo livros assim, mas acabei lendo Peça-me o que quiser em poucos dias. É uma história que tem fluidez. Você consegue se envolver com o que está acontecendo e acaba esquecendo alguns defeitos. Continue lendo

Minha vida fora de série (2ª Temporada) – Paula Pimenta

Essa resenha pode conter spoilers do primeiro volume! Se você ainda não leu Minha vida fora de série, leia a resenha do primeiro volume aqui. A partir daqui, é por sua conta e risco.

A nossa defensora dos animais favorita está de volta. Nesse segundo volume, a vida fora de série de Priscila tem mais reviravoltas do que nunca! Paula Pimenta é a queridinha das adolescentes (e minha!) e esse livro era muito esperado por mim – alô, estou desde 2011 ansiosa pela continuação. Continue lendo

Feérica – Carolina Munhóz

Violet quer ser uma pic-pop – é assim que as pessoas “famosas” no mundo feérico são conhecidas. Mas, com seus cabelos naturalmente roxos e totalmente fora dos padrões da maioria, ela não é muito bem aceita pelas outras fadas. Apaixonada pelo mundo humano – e pela moda –, após um terrível incidente em sua dimensão, Violet decide abandonar Ablach e tentar a sorte em Hollywood.

Ser famosa não é tão fácil quanto Violet imagina, mas talvez um show de talentos seja tudo que ela precisa para ser o novo ídolo americano – e a fada mais adorada entre os humanos. Desde encontros com jovens milionários – entre eles o nerd criador da rede social mais famosa de todas – e tendo mais visualizações em seu vídeo do que o Psy, Violet é a nova sensação.

Agora, os olhos do mundo inteiro estão voltados para essa fada, um mundo de luxo, fama e poder se estende aos pés de Violet e as consequências serão sentidas em todas as dimensões. Continue lendo

Confissão – Paula Pimenta

Quando um livro da Paula Pimenta chega às livrarias, eu já corro para a loja mais próxima para garantir meu exemplar. Confissão não é exatamente uma novidade. Quem conhece o trabalho da Paula sabe que ela lançou o livro de maneira independente há anos, bem antes de Fazendo meu filme.

Confissão é um livro de poemas escritos por uma das autoras mais queridas do Brasil quando ela ainda era adolescente. Ele ganhou uma nova edição pela Editora Gutenberg a pedido dos fãs da Paula, já que a primeira esgotou-se há anos. Ninguém mais aguentava saber que existiam textos da Paula por aí que a gente ainda não tinha lido! Continue lendo