Diversos

1 2 3 35

Pergunte sobre minha experiência com e-books!

Oi, pessoal! Vou gravar um vídeo sobre minha experiência com e-books. Já usei o Kobo e o Kindle, além do iPad, como leitores digitais, então farei um vídeo falando sobre as vantagens e desvantagens de usar cada um desses dispositivos para leitura. Também vou usar o vídeo para tirar dúvidas sobre formato de arquivos (qual leitor digital lê .mobi, como faço para colocar PDF’s e Doc’s etc.), como comprar e inserir livros, entre outras dúvidas sobre o assunto. Como algumas pessoas costumam me perguntar, por exemplo, qual o motivo de ter trocado meu Kobo pelo Kindle, resolvi fazer o vídeo com minhas impressões, preferências etc.

Pensei em vários pontos sobre isso para falar no vídeo, mas às vezes existem dúvidas que vocês tem e sequer passam pela minha cabeça, por isso resolvi abrir espaço para perguntas.

Deixem as perguntas no formulário abaixo ou nos comentários para que eu possa responder a todas nos vídeos. Além disso, quem quiser deixar sugestões de vídeos nos comentários, seria muito legal, pois quero fazer vídeos frequentes para o blog.

Um papinho sobre girl power e músicas pra acompanhar!

Fotos retiradas do We heart it

E aí que sexta-feira Beyoncé surpreendeu todo mundo lançando um álbum visual de surpresa, jogando a bomba no colo dos fãs e abalando o universo pop. Ok, isso você já sabe (a não ser que more debaixo de uma pedra) e provavelmente já escutou o álbum inteiro. Mas aí que uma das músicas, ***Flawless, me chamou atenção. A canção tem um trecho de uma TEDxTalk com a escritora nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie (dá pra assistir aqui). Vale super a pena ver outro TED da Chimamanda, chamado “O perigo de uma história única“.

A Chimamanda é um dos maiores nomes atuais da literatura africana, com uma representatividade incrível (seus livros estão na minha lista há tempos) e seu romance Americanah chamou minha atenção por constar em diversas listas de melhores do ano – mas o que eu quero ler mesmo e até comprei pro Kindle é Half of a Yellow Sun. Eu achei muito awesome a Bey usar o discurso como base para uma de suas canções. Como se o álbum todo já não fosse genial sem isso!

Beyoncé sempre foi uma cantora que colocou muito sobre o tal poder feminino em suas canções e é uma boa representação da mulher “moderna”. Por mais que muita gente ache que já há uma igualdade entre homens e mulheres na sociedade, a gente sabe que ainda há muito a caminhar para isso. Em uma época onde vemos meninas se matar por causa de revenge porn, mulheres com salários inferiores aos homens, mesmo que exerçam o mesmo cargo e tenham a mesma formação, entre muitas outras coisas – se eu fosse listar aqui, ia passar o dia inteirinho -, dá para perceber que ainda temos muito a caminhar nesse sentido.

Por isso, hoje à noite o Nem um pouco épico começa a semana feminista, falando um pouquinho sobre esse tema que muita gente entende errado ou torce o nariz. Vão falar sobre representação feminina na cultura pop, sobre essa tal ideia de “personagem feminina forte” e como isso é errado, sobre o que é esse bichinho chamado feminismo, entre muitas outras questões. Então, se liguem no NUPE.

Pra entrar no clima, eu preparei uma playlist (inspirada em ***Flawless) com músicas sobre esse tal girl power que tanto se fala.

Ladies all across the world from iris.figueiredo on 8tracks Radio.

Continue reading

1 2 3 35

Meu nome é Iris Figueiredo, tenho 21 anos e me formei em Comunicação Social pela UFRJ. Sou autora dos livros Confissões On-Line e Dividindo Mel. Além dos livros, também sou apaixonada por músicas, filmes e viagens. Esse é um espaço criado para compartilhar um pouco sobre tudo isso. Saiba mais.


Categorias populares
Confissões on-line

"Confissões on-line" é meu segundo livro e foi lançado em novembro de 2013. Saiba mais

Adicione no Skoob e Goodreads.

Dividindo Mel

"Dividindo Mel" é meu primeiro livro e foi lançado em dezembro de 2011. Saiba mais
Adicione no Skoob e Goodreads.