Sobre mim

Meu nome é Iris, tenho 21 anos e sou autora dos livros Confissões on-line e Dividindo Mel. Sou estudante de Comunicação Social, trabalho com livros e adoro falar sobre música, literatura e comportamento.

Confissões on-line

Confissões on-line é meu segundo livro e será lançado em novembro de 2013. Saiba mais

Adicione no Skoob e Goodreads.

Agenda – 2014

Em 2014 farei eventos para lançar meu livro em várias cidades do Brasil. Os eventos abaixo já foram marcados, fique de olho para saber se sua cidade terá um evento.

22/03. Curitiba
Livrarias Curitiba - Shopping Palladium
Horário: 10h00 (Dez da manhã)

25/04. São Paulo
Saraiva - Paulista

10/05. Recife
Saraiva - Shopping Rio Mar

Quer um evento na sua cidade? Entre em contato com a @Generale_ED e peça evento na sua cidade!

Dividindo Mel

Dividindo Mel é meu primeiro livro e foi lançado em dezembro de 2011. Saiba mais.

Adicione no Skoob e Goodreads.

Instagram

Siga no instagram: @irisfigueiredo

Arquivos: 14/06/2012

Três livros sobre… música

Eu adoro música e meus amigos geralmente dizem que sou uma jukebox ambulante, porque todas as palavras do mundo me lembram uma música (o problema é que meu cérebro não é dos mais seletivos, então nem sempre as músicas que lembro são realmente boas). E se tem uma coisa que eu gosto mais ainda são livros sobre música!
Infelizmente as músicas não tocam de verdade, mas quem se importa? A atmosfera musical que permeia alguns livros é simplesmente contagiante, impossível não ficar com vontade de montar uma banda ou aprender algum instrumento ou saber cantar após ler um livro sobre o tema. Ou é só comigo que isso acontece? Por que eu fico morrendo de vontade de fazer uma dessas coisas após ler um livro “musical”. Mas não tem jeito… Já tentei vários instrumentos e nenhum deles deu certo. Meu negócio é ler, então eu leio sobre o assunto!

Eu não podia deixar de colocar Sábado à Noite nessa listinha, porque ele acabou de ser relançado com a capa linda lá do topo do post (essa aqui do lado é da versão independente). SAN, como é carinhosamente chamado pelos fãs, é um livro sobre música, amor e amizade.
Acho que o legal de SAN é que ele surgiu como uma fanfic da banda McFly, então dá para saber mais ou menos como seria o estilo musical da banda Scotty, a banda que é a “estrela” desse livro. Toda vez que leio um livro sobre música, eu fico imaginando como é a tal música que os personagens tocam, e eu acabo dando um ritmo próprio a cada canção descrita no livro. E ah, eu não podia deixar de dizer que escrevi o prefácio da nova edição de Sábado à Noite – porque é muito legal participar do sonho de alguém que você gosta!

A Visita Cruel do Tempo é sobre o tempo, mas também é sobre música. Todos os personagens estão envolvidos com o mundo da música e acompanhamos os altos e baixos desse mundo através do tempo e dos personagens – de uma maneira meio louca, mas muito bem narrada.

Com certeza eu não ouviria o tipo de música que os personagens desse romance produzem, agenciam ou simplesmente escutam. Acho que não faz muito meu estilo musical… E também não me sentiria muito confortável vivendo no ambiente que eles  vivem – é muito luxo e pouco caráter. Mas como eu disse na resenha do livro, eu recomendo essa história. Ela é muito diferente de quase tudo que li.

A música que mudou minha vida é um dos meus livros “musicais” favoritos! Ele é leve, divertido e tem uma história ótima. A Audrey é uma personagem superlegal que deu o fora no namorado e ganhou uma música de dor-de-cotovelo. Mas só que a tal música que fala mal dela acabou estourando no país inteiro e, de uma hora para outra, ela é uma celebridade! Todo mundo a julga porque ela largou o namorado e é a vilã da história.

Acho que “Audrey, Wait!” (título original do livro, mas também da canção que o ex da Audrey faz para ela) é uma música que eu adoraria que existisse e um dos livros que melhor passam o clima de música, banda, shows… No fim das contas, a gente se pega inventando melodia para a música!

No twitter indicaram alguns livros sobre o assunto: Just Listen, João & Maria e Uma noite no chateau Marmont. Eu indico também Cante para eu dormir e os mangás de Nana. Qual seu livro musical favorito?