Daily Archives: 18/10/2011

Bela Maldade – Rebecca James

Com o título original de Beautiful Malice, o romance Bela Maldade é um livro forte. Entre obsessão, malícia, vingança e loucura, Rebecca James nos conta a história de Katherine Patterson e o sentimento de amizade doentio que Alice Parrie tinha para com ela. Alternando entre fatos do passado e o presente, Katherine nos mostra três momentos de sua vida: um crime que abalou sua adolescência e tirou a vida de sua irmã; seu relacionamento com Alice e como ela tentava monopolizar sua amizade e ser o centro das atenções, além da vida atual de Katherine, após tudo que aconteceu e as consequências deixadas pela sua amizade com Alice.
Bela Maldade é um livro psicológico, que fala sobre culpa e acontecimentos que se tornam uma sombra durante toda sua vida. Através da vida de Katherine, vemos como atitudes maldosas de pessoas que nos cercam podem ser destrutivas e até onde alguém psicologicamente abalado pode ir em momentos extremos.

Não tenho o que reclamar dos livros que venho lendo ultimamente, pois a maioria tem me surpreendido muito e positivamente. Esse foi um desses casos, embora eu já esperasse uma história que me deixasse chocada e sem respiração.
A narrativa de Rebecca James é ágil e simples, mas isso não torna o livro menos encantador. A autora é direta ao apresentar o desenrolar da história, mas sabe a hora certa de trazer determinado fato à tona. Tudo está perfeitamente amarrado e é incrível perceber que mesmo não sendo um livro de suspense, cada pequena parcela da história está ali por um propósito, guiando para um bom final.
Bela Maldade é um livro desconcertante e angustiante, que te suga para as páginas e é impossível ser abandonado até a última página. Os personagens estão no final da adolescência, entrando na juventude, mas isso não o torna um livro jovem, ao contrário. Muitas vezes os diálogos não parecem entre pessoas tão novas e quando os personagens comentavam sua idade, eu até me surpreendia, porque esquecia que eles eram novos e não estavam na casa dos vinte e cinco anos como aparentavam. O livro é muito maduro, as reações são muito maduras, porém são completamente compreensíveis ao você enxergar o contexto geral da história e todos os traumas que os personagens sofreram.
Há romance, mas não é mesmo um livro romântico. É uma história sobre relações humanas elevada à última potência. A história trata sobre traumas e a sensação de culpa ao seguir em frente quando outras coisas foram deixadas para trás. É nessa força que reside “Bela Maldade”, que choca ao mesmo tempo que fascina, assim como Alice faz com as pessoas que a cercam, guiando-as para a sua teia.
Um destaque especial nessa capa fica por conta do tratamento gráfico. Toda parte cinza da imagem é holográfica, além da fonte da contra-capa também ser. A capa é fascinante, assim como o livro.
Quem somos

Iris e Olívia são profissionais da área de Comunicação e melhores amigas. Apaixonadas por cultura pop, resolveram se unir para reformular o Literalmente Falando.

 

Converse com elas no @irismfigueiredo e @oliviapilar.

Arquivo
October 2011
S M T W T F S
« Sep   Nov »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031