Daily Archives: 14/06/2011

#DoLeitor: Qual personagem você teria como amigo?

#DoLeitor é uma coluna quinzenal onde uma pergunta é feita, os leitores respondem e na outra quinzena as respostas aparecem por aqui. Era uma coluna que existia antigamente no blog e foi reativada. Para ver todos os posts da coluna, CLIQUE AQUI.

Quando lemos um bom livro, criamos um laço com os personagens, como se eles fossem pessoas reais. Tem gente que até se apaixona por personagens! Então, se até se apaixonar é válido, porque não podemos escolher um personagem para ser nosso amigo? Se você pudesse ter um personagem como amigo, qual deles você escolheria? Veja a resposta dos leitores do blog!
Dessa vez tivemos muitas respostas legais que foi difícil escolher as melhores… Escolhi algumas. Você pode me contar nos comentários qual seria seu amigo da ficção!

Lívia Martins (blog):

Ah, eu seria amiga da Anna de Twenty Boy Summer. Ela é uma personagem deliciosa! Ela passa por uma situação tão complexa e ela é tão corajosa! E não no sentido de que a gente tá acostumado, sendo impulsiva, sabe?! Ela é corajosa porque ela passa por tudo o que passa sozinha e ainda ajuda a melhor amiga mesmo sem ela querer e perceber!


Nunca pensei em ser amiga de nenhuma personagem. Quando leio um livro, as vezes costumo até imaginar como seria se eu fosse aquele personagem. Mas quando li a sua pergunta, parei em frente aos meus livros, e comecei a pensar… Poderia dizer que eu adoraria ser amiga da Ninny Threadgoode, a adorável senhora de Tomates Verdes Fritos, eu só teria que sentar-me ao seu lado para que me contasse histórias cômicas e dramáticas, que no fim sempre me deixaria na dúvida: Será que ela viu mesmo tudo isso acontecer? Mas eu acho que eu iria gostar mesmo era de fazer parte do grupo de amigos de “Aos Meus Amigos” da Maria Adelaide Amaral, depois de anos perceber que a distância não muda aquele amor fraterno. A falta de contato não torna-se falta de apoio, companheirismo e nem de afeto, e mesmo que a inesperada reunião tenha sido para velar um corpo amigo, perceberíamos que tínhamos boas lembranças em nossos corações de uma geração vivida, mesmo que hoje só tivéssemos em comum a insatisfação com nossas vidas. Pois um dia, eles foram uma família.

Maria Cristina Dadalt (blog):

Fiquei pensando vários minutos sobre isso e cheguei a duas conclusões: primeira, se valer, queria escolher minha própria personagem… Acho que quem escreve sempre acaba se sentindo assim, não? Mas não poderia escolher uma das minhas personagens, gosto de todas! A minha segunda conclusão foi de personagens alheios. pensei nos livros que eu mais gostei… Crepúsculo, Fronteiras do Universo, Filhos da Terra, Harry Potter… Ai pensei, putz, o Harry é um pé no saco, muito irritadinho. Não ia gostar de ser amiga dele. Passa. A Bella no final, acaba ficando legal, mas sei lá, acho que não ia me dar tão bem com ela. A Lyra… A Lyra seria rebelde demais pra mim, apesar de que no final ela amadurece bastante. E aí tem a Ayla, de Filhos da Terra (Abrigo de Pedra)… Eu acho que eu ia gostar muito de ser amiga da Ayla! Por que ela é super foda, sabe fazer um moonte de coisa e mesmo assim, não fica se gabando pros outros… Eu acho que ia gostar muito dela! Então eu escolho Ayla da coleção os Filhos da Terra, por Jane Auel.

Na verdade eu queria ter vários personagens como amigos: Katniss, Maia, Peter,Marley,Rudy…mas sabe o pequeno Hassan de Caçador de Pipas? Então, ele é o meu amigo perfeito,leal, que nunca abandona seu amigo, do tipo irmão de coração, que daria a vida pelo outro. Tá faltando amigos como ele , deve ser por isso que tanta gente assim como eu se emocionou com sua história. No livro ele chega ao extremo por Amir e eu nunca vou esquecer da frase: “Por você faria isso Mil vezes … ” Como não querê-lo como amigo?

Lizie Oliveira (blog):

O personagem que eu teria como amigo seria o Derfel, da trilogia “Crônicas de Arthur”, do Bernard Cornwell.
Primeiro de tudo, por ele ser homem (rs), mas é porque eu acho amizade entre homens mais bonitas e mais verdadeiras (apesar de eu ser mulher, mas tudo bem).
O modo como o Cornwell constrói as amizades nos livros dele, não só nesta trilogia, é muito tocante, de certa forma. Primeiro porque ele já narra histórias de uma época em que honra era algo muito importante (fico triste por este conceito ter se perdido nos dias de hoje). Segundo porque ele explora bem as relações de amizade, não só dos personagens principais (Derfel e Arthur) como de muitos outros aos longo dos três livros.
O Derfel é um amigo fiel, que dá mostras de amor fraterno incondicional a VÁRIOS personagens ao longo da série. Um exemplo é quando, no primeiro livro, vai até a Ilha dos Mortos buscar a Nimue, as muitas coisas que ele faz por Merlin, por seus soldados, pelo Galahad, e acima de tudo por Arthur. Mesmo quando a amizade dos dois passa por períodos difíceis, ele permanece fiel até o f
im. E mesmo depois de velho, ainda derrama lágrimas amargas de saudade de seu amigo.
Com certeza o Derfel seria um amigo a quem eu confiaria a minha vida.

E qual personagem eu escolheria como amigo?

Eu escolheria o Charles Beckendorf de “Percy Jackson e os Olimpianos“. Ele é o tipo de personagem que dá a vida pelos seus amigos, além de ser bom e justo (SPOILER de “O Último Olimpiano”: na verdade, ele deu a vida por Percy, para salvar a missão e todo o acampamento Meio-Sangue. Assim, ele deu a vida não apenas por um amigo, mas por todos). E toda vez que alguém me lembra do Beckendorf, eu fico com lágrimas nos olhos…
Portanto, ele seria minha escolha como amigo… Mas ainda em Percy Jackson, eu escolheria a Annabeth, por termos muito em comum. Só que, entre os personagens do tio Rick, devo comentar que eles tem perdido espaço para os personagens de “O Herói Perdido”! Mas isso é papo para a resenha que vai ao ar essa semana… Afinal, Piper, Leo e Jason também dariam excelentes amigos.

Agora, conta para mim nos comentários que personagem você queria ter de melhor amigo!
A pergunta da próxima quinzena é polêmica! É “Qual livro te despertou mais sentimentos conflitantes?”. O que não significa que você tenha odiado, mas qual você sentiu raiva, alegria, ódio, amor, tristeza, carinho… Tudo ao mesmo tempo enquanto lia! E claro, explicar a razão desse turbilhão de emoções :) Para participar, é só preencher o formulário abaixo:

Quem somos

Iris e Olívia são profissionais da área de Comunicação e melhores amigas. Apaixonadas por cultura pop, resolveram se unir para reformular o Literalmente Falando.

 

Converse com elas no @irismfigueiredo e @oliviapilar.

Vídeos
 
Arquivo
June 2011
S M T W T F S
« May   Jul »
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930